Dicas de fotografia: Top of the Rock Observation Deck

[sc:script ]Conteúdo


Introdução

O observatório Top of the Rock é situado nos 3 andares mais altos do edifício Comcast (Comcast Building), que é parte do famoso grupo de edifícios Rockefeller Center, em Manhattan, Nova York. O observatório oferece uma vista de 360° do panorama urbano de Manhattan, com pontos de vista ímpares do Empire State Building e do Central Park, dentre outros.

O edifício Comcast, até recentemente conhecido por GE Building (e muitas vezes ainda hoje chamado por este nome) foi concluído em 1933, no estilo Art Deco. Ele tem 70 andares e 260 metros de altura, e é localizado no centro do Rockefeller Center. O edifício tem o apelido de “30 Rock” por causa de seu endereço: 30 Rockefeller Plaza – New York, New York 10112.


Entrada do Top of the Rock:

50th Street, entre 5th Av. e 6th Av.

Horário de funcionamento:

Confira aqui (em espanhol).

Observação: A Kodak detém os direitos de publicar, vender, reproduzir, transferir, distribuir ou fazer uso comercial das fotografias tiradas de cima do Top of the Rock. E é por isso que esta página não tem nenhuma fotografia da vista do Top of the Rock como exemplo.


Dicas de composição fotográfica

Para fotos bem compostas e mais atraentes experimente as seguintes dicas:

  • Cuidado para não cortar a antena do topo do Empire State das suas fotos;
  • Fique atento para não deixar o horizonte torto;
  • Evite tirar fotos a partir dos andares inferiores do observatório, porque eles têm uma proteção de vidro que vai degradar a qualidade e nitidez da sua fotografia;
  • Tente usar a regra dos terços. Por exemplo, coloque o Empire State Building em uma das linhas dos terços e descentralize a linha do horizonte. Veja mais sobre regra dos terços aqui;
  • Para diferenciar um pouco as suas fotografias, procure incluir elementos no campo frontal da foto, assim como os prédios no fundo. Noções básicas de distância hiperfocal aqui;
  • Aproveite dias com nuvens no céu. Nuvens esparsas produzem composições melhores do que apenas céu azul;
  • Dias de neblina geralmente são favoráveis para fotografias preto-e-branco;
  • No pós-processamento, experimente deixar algumas imagens em preto e branco e também aumentar a claridade de algumas delas.


Que lentes e equipamentos fotográficos ter em mãos

As opções de fotografias a partir do Top of the Rock são inúmeras. Diversas oportunidades criativas estão à sua disposição.


Que lentes levar

Levar uma lente grande angular é essencial para retratar a amplitude da vista. Uma lente telefoto ou uma super-telefoto (melhor ainda) vão te permitir escolher detalhes da composição para realçar, como prédios ao longe, a ponte do Brooklyn ou partes do Central Park por exemplo.

Uma lente olho de peixe também tem o potencial de render fotografias bem interessantes e criativas. Se você tiver uma, não deixe de levar. Ao utilizar a sua lente olho de peixe, tenha em mente a distorção que ela causa e os efeitos que ela pode gerar na linha do horizonte.


Que filtros usar

Leve um filtro polarizador para acentuar o azul do céu e reduzir reflexos fortes do sol nos vidros de prédios ao redor.

Apesar de não poder utilizar tripés, se você for visitar o deck de observação em um dia nublado, leve um filtro de densidade neutra. Ele vai permitir exposições mais longas e mostrar os rastros das nuvens passando nas suas fotos.


Outros equipamentos

Por não poder utilizar tripé, levar um disparador remoto é uma boa pedida caso você queira fazer fotografias noturnas ou de longa exposição. Desta forma, você pode tentar apoiar a câmera no parapeito e fotografar sem precisar encostar diretamente nela (evitando vibrações).

Usar um para-sol também é uma boa ideia mesmo à noite. Alguns prédios ao redor têm iluminação tão forte que pode interferir no contraste da sua foto. Cuidado em dias de vento forte: as rajadas de vento empurram o para-sol e, por isso, podem deixar suas fotos desfocadas/borradas.


Uso de tripé

O uso de tripé é muito importante para fotografias noturnas, para estabilizar a câmera e evitar que o vento faça-a vibrar durante a exposição da imagem.

Contudo, não é permitido o uso de tripés para fotografar no observatório Top of the Rock. Entendemos que seja para evitar que alguém tropece no tripé e caia – e depois processe o prédio. Além disso, eles querem evitar que fotos muito boas sejam tiradas, para depois serem usadas comercialmente.

Não necessariamente você será impedido de levar o tripé para o topo do prédio. Mas uma vez que você esteja lá, os guardas podem pedir que você não o use.

Para utilizar o tripé sem peso na consciência, você deve pedir e obter permissão oficial escrita da gerência.


Direitos de uso e de venda de fotografias tiradas no observatório

Como já falado anteriormente, a Kodak detém os direitos de publicar, vender, reproduzir, transferir, distribuir ou fazer uso comercial das fotografias tiradas de cima do Top of the Rock. Por isto:

  • Não permita que outros utilizem a sua fotografia tirada de cima do Top of the Rock para ilustrar revistas, websites, livros etc, muito menos que a utilizem para fins comerciais.
  • Não coloque nenhuma das fotografias tiradas no Top of the Rock em websites de fotografia stock nem dê permissão para que outros façam uso das suas fotos.
  • Fotografias tiradas no Top of the Rock são apenas para uso pessoal e não comercial;
  • Fotografar é permitido apenas do deck de observação;
  • Câmeras de vídeo são expressamente proibidas.

Como estas regras podem ser alteradas a qualquer momento, visite o site deles para informações atualizadas (em inglês): Top of the Rock

Clique na imagem para vê-la ampliada.


Melhor hora do dia ou da noite para visitar e Melhor época do ano

Dependendo da hora do dia e da época do ano, o sol estará em uma posição diferente. Para entender como a iluminação natural muda ao longo do ano, e para se informar sobre o posicionamento do sol e da lua, utilize o Photographer’s Ephemeris.

Utilize o Photographer’s Ephemeris também para descobrir a hora exata do pôr-do-sol.


Melhor horário – dia ou noite

Independente da data ou estação do ano, o melhor horário para subir para o deck de observação é um pouco antes do pôr-do-sol. Com isso você terá a oportunidade de ver não apenas o sol se pondo, mas também as luzes da cidade se acendendo ao seu redor.

Os horários de subida podem ser concorridos, especialmente para o pôr-do-sol. É possível que as filas demorem mais de 1 hora. Por isso, recomendamos que se compre o bilhete com antecendência pela página oficial ou na recepção do edifício.

O Top of the Rock fica aberto até relativamente tarde (confira os horários de abertura aqui – em espanhol). Mas tenha em mente que, após o sol se pôr, a paisagem virada para o lado do Central Park fica sem graça. O Central Park não tem iluminação muito forte e praticamente vira um grande vazio escuro nas suas fotos.

Ao fotografar à noite, não se esqueça de remover filtros da frente da lente, pois eles causam perda de iluminação e, consequentemente, um maior tempo de exposição é necessário.


Melhor época do ano

Esta é uma opinião pessoal e depende se você gosta de frio ou não. No inverno, o vento e a temperatura baixa combinados no topo do edifício são difíceis de suportar. A sensação térmica é congelante no último andar, que não tem proteção de vidro.

No mês de janeiro, a temperatura máxima média é de apenas 2 graus Celsius e a mínima média é de -5 graus Celsius, já tendo chegado a -20 graus Celsius em 1994.

No verão a temperatura é mais amena, contudo o sol se põe mais tarde. O problema do sol se pôr mais tarde é que quando começa a ficar escuro, as pessoas que trabalham nos escritórios em volta já voltaram para casa. Portanto, os prédios em volta do Rockefeller Center ficam mais escuros. A lógica é simples: quanto mais cedo o sol se põe, mais gente vai estar trabalhando nos escritórios em volta e mais luzes vão estar acesas quando a noite cair. Mais luzes acesas são melhores para deixar a sua fotografia mais viva.


Publicado por Câmera Neon em 06/Setembro/2014. Última atualização em . Câmera Neon

Visitado 497 vez(es), 1 visita(s) hoje