Como Vencer um Concurso de Fotografia

Conteúdo

Introdução

concursos de fotografia; concurso; slide

Já pensou em participar de concursos de fotografia? Muitos dizem que ainda não têm “coragem” nem “experiência” suficientes para participar, e fogem de concursos cujo júri é formado por fotógrafos profissionais.

Vamos pensar de uma outra forma… Há muitos motivos para vencer esta insegurança inicial e entrar com tudo em competições fotográficas. Dentre os mais óbvios estão os prêmios, a fama e o reconhecimento. Além disso, entrar em um concurso abre uma oportunidade única que muitos não percebem de primeira: Aprender!

Concursos de fotografia não são necessariamente voltados apenas para profissionais. Grande parte deles está aberta aos fotógrafos amadores. Portanto, liberte-se do mito que apenas profissionais participam de concursos fotográficos – e ganham.

Devido ao número considerável de submissões, o júri geralmente não explica porque as fotos vencedoras foram escolhidas, ou o motivo pelo qual outras foram eliminadas do concurso. Por causa desta falta de comunicação por parte deles, esta página foi criada. Nosso objetivo é passar dicas para ter sucesso em concursos de fotografia.

1 – Entenda o tema do concurso

Estude sobre a entidade que está organizando ou patrocinando o concurso e porque ele foi aberto. Isto vai te ajudar a ter ideia de:

  • que tipo de fotografia é desejada;
  • que destinação será dada para cada foto submetida;
  • como/onde as fotos vencedoras serão exibidas.

Compreender se as fotos escolhidas serão publicadas em um jornal, revista, outdoor, online (…) e saber a que público-alvo elas se destinam é importante para definir que tipo de imagem submeter.

Além disso, descobrir se as imagens serão utilizadas para algum tipo de propaganda é importante. Isso porque, se este for o caso, você precisa de autorização das pessoas ou dos donos dos bens aparecendo nessas fotos.

2 – Aprenda com as fotos vencedoras

Se o concurso for recorrente (anual, mensal, etc), pesquise e analise as fotos vencedoras das edições anteriores. Observe a qualidade técnica e veja que estilo de foto/composição os juízes costumam aprovar. Isto pode ajudar na escolha da foto a ser submetida. Lembre-se de que esta estratégia deve ser usada apenas como inspiração para criar a sua própria imagem. Seja original!

3 – Organize-se

É importante se organizar para não esquecer duas coisas:

  • As datas limite de submissão de fotos aos concursos.

Confira o nosso Google Calendar: Calendário de Concursos de Fotografia

  • Em que concursos você está participando.

Depois de participar de alguns, é fácil esquecer detalhes dos mesmos. Faça uma planilha para manter um histórico de concursos que você entrou.

Ter as suas fotos organizadas em um banco de dados com uma boa lógica é muito importante também. Isso pode ajudar a encontrar fotos que você tenha tirado no passado com temas que se apliquem à competição. A utilização de metadados é essencial. Alguns softwares podem ajudar a organizar as suas imagens e seus metadados.

Veja mais sobre esse assunto aqui: Metadados na Fotografia

Contudo, não dependa apenas do seu banco de imagens. Faça o exercício constante de fotografar e, se possível, encare o desafio de tirar fotos especificamente para o concurso que você está participando. Fotografias tiradas especificamente para o concurso geralmente são capazes de chamar mais a atenção do júri.

4 – Pesquise sobre os jurados

Se o nome dos jurados for divulgado, pesquise e aprenda mais sobre o trabalho deles. Descubra qual o estilo de suas fotografias, se são especializados em algum tema específico, se utilizam equipamentos específicos… E se questione: o que você pode fazer para adaptar o seu estilo ou modificar a foto a ser submetida para conquistá-los?

5 – Cause impacto

Procure submeter fotografias que contem uma história, que tenham algum significado claro – e que este significado esteja relacionado ao tema do concurso.

Procure pontos de vista diferenciados e pense que ao fotografar de um local mais elevado ou rebaixado podem fazer a diferença que faltava para os jurados não descartarem a sua foto de primeira.

Envie apenas as fotos que você considera perfeitas para o concurso. Por exemplo, ao enviar uma foto perfeita e outra “mais ou menos”, a foto de pior qualidade pode chamar a atenção do jurado de forma negativa e fazer com que seu bom trabalho na melhor foto seja desconsiderado, num caso em que ambas sejam avaliadas juntas. Como não temos como saber quando nossas fotos serão avaliadas juntas e quando separadas, o ideal é você enviar apenas as suas melhores fotos.

Cuidado também com os clichês. Para evitar fotos clichê pare e pense: O que é óbvio? O que a maioria dos outros fotógrafos vai submeter? Quero ser igual a eles ou quero me destacar? Ao fazer este exercício, provavelmente, você vai descartar a(s) sua(s) ideia(s) inicial(is) de fotografia(s) e se forçar a pensar “fora do quadrado”. Ser original é necessário, mas tenha cuidado para não ser extremamente inovador e acabar fugindo do tema do concurso. Para ser inovador entenda que quebrar algumas regras técnicas às vezes é justificável (mas não é aconselhável).

6 – Capriche na técnica

Seja cuidadoso na composição da fotografia a ser submetida. Faça um enquadramento perfeito, sem incluir na imagem nada que chame mais atenção dos juízes que o objeto principal. Para evitar qualquer elemento distrativo, faça uso de bokeh e/ou mude o ponto de vista da foto se necessário.

Tome cuidado também com vinhetas, horizontes tortos, falta de contraste, problemas de perspectiva, áreas ofuscadas por reflexos, flare, etc.

Pense cuidadosamente em que tipo de efeito/técnica você pode implementar para se diferenciar. Considere o uso de panning, efeitos de zoom, longa exposição, múltiplas exposições, macro, etc.

Tenha como objetivo apenas enviar fotos perfeitas para a situação/concurso. Não submeta fotos desfocadas, nem com muita granulação – a não ser que este seja o seu objetivo e se encaixe com o tema/regras do concurso. Dê preferência a submeter fotos perfeitamente expostas, sem tons estourados em nenhum dos extremos do histograma.

Leia mais sobre este assunto em: Como Interpretar um Histograma de Fotografia

Evite usar bordas e colocar marcas d’água (assinaturas) nas fotografias. Estes elementos desviam o olhar e interferem (muitas vezes) negativamente na composição. Além disso, na maioria dos concursos, o fotógrafo não pode ser identificável pelos jurados. A foto tem que ser anônima, sem marcas óbvias, para que possa ser julgada.

Acima de tudo, aprenda a reconhecer seus pontos fracos e reflita como você pode melhorá-los – esta é uma ótima forma de melhorar suas técnicas fotográficas, participando de concursos ou não.

7 – Leia as regras do concurso

Invista algum tempo lendo o edital do concurso. Seja cauteloso, seguindo as regras estipuladas para não ter fotos desclassificadas.

Alguns concursos têm limitações geográficas e temporais. Por exemplo, um concurso de fotografias de parques nacionais dos Estados Unidos só irá aceitar fotos submetidas se elas tiverem sido tiradas dentro de parques nacionais americanos. Outros requerem que apenas fotos recentes sejam submetidas, e outros, ainda, pedem apenas fotos tiradas há anos atrás.

Muitas vezes as submissões têm que atender a valores máximos ou mínimos de resolução (DPI,PPI) e tamanho (dimensões em pixels ou em centímetros, caso a foto tenha que ser impressa).

Não deixe passar a data e hora limite da submissão! Lembre-se que em um concurso internacional, se o fuso horário não estiver estipulado claramente nas regras, então o horário limite da submissão será o do fuso local da sede do concurso. Para evitar problemas com isso planeje-se para enviar a(s) foto(s) com uns dias de antecedência.

Leia as regras também para entender se as fotografias requeridas precisam ser inéditas (nunca antes publicadas e/ou enviadas para outros concursos). Apesar de nem todos os organizadores delimitarem este requerimento específico, alguns fazem questão da foto ser inédita.

Alguns concursos requerem que os fotógrafos participantes sejam de uma nacionalidade específica ou de uma faixa etária determinada, há outros que exigem o uso de equipamentos de uma certa marca, e outros que pedem que os participantes sejam membros de algum grupo de fotografia ou morem em alguma região específica… Dentre outras limitações. Fique atento para enviar fotos apenas em concursos que se encaixem no seu perfil.

Preste atenção também no número máximo e mínimo de fotografias submetidas. Para ter o seu trabalho considerado integralmente, respeite os limites estipulados.

MUITO cuidado com as cláusulas que você estará concordando ao enviar as fotos para o concurso! Alguns deles são abertos apenas para aumentar (de forma barata) o banco de imagens da entidade organizadora. Nestes casos (comuns), todas as fotos submetidas podem ser publicadas no futuro sem a permissão do fotógrafo ou até mesmo sem mencionar o seu nome! Lembre-se que ao submeter uma foto para este tipo de concurso você nunca mais poderá reclamar de nada disso, além de não poder pensar em vender edições limitadas desta fotografia.

8 – Informe-se e participe de diversos concursos de fotografia

Não desanime se não tiver ganho algum prêmio ou menção honrosa no(s) concurso(s) que participou. Busque novas competições para entrar! Quanto maior a sua experiência e treino, maiores serão as suas chances de figurar entre os vencedores.

Para descobrir novas oportunidades de concursos, acesse nossas páginas relacionadas:


Publicado por Câmera Neon em 31/Outubro/2013. Última atualização em 21. Câmera Neon

Visitado 9,774 vez(es), 1 visita(s) hoje