Nuvem ou HD externo – TB de armazenamento de fotos

Este artigo é voltado para os nossos colegas fotógrafos que precisam armazenar muitos arquivos digitais, seus portfólios inteiros de fotos e vídeos, na ordem de terabytes (TB) e querem escolher entre guardar seus arquivos em nuvem ou em HD externo.

Vamos comparar os prós e os contras de armazenar suas fotos em um HD externo ou serviço de armazenamento pago em nuvem (cloud em inglês).

Alguns pontos merecem ser destacados:

  • Aqui nós não focaremos em análises de serviço de nuvem grátis, pois estes têm armazenamento limitado;
  • não existe uma solução final que funcione para todos;
  • foram analisados apenas alguns serviços -e comparamos com os preços de HDs externos mais baratos para a quantidade de espaço de armazenamento.

Todos os preços abaixo são atuais para a data de publicação deste artigo e com o passar do tempo tendem a ficar mais baratos (e desatualizados).


Análise de prós e contras – Nuvem ou HD Externo

Tema Nuvem – Cloud HD externo
Escalabilidade (possibilidade de aumentar armazenamento com o tempo) Fácil, mas tem um custo extra. Média. Precisa comprar um HD novo, gerenciar o que fazer com o velho (jogar fora, vender, guardar “para sempre”).
Limite de armazenamento Fácil de aumentar o limite quando desejado. Há opções com ou sem limite (infinitos TB). Limitado ao tamanho do HD.
Transferência de arquivos para outras pessoas ou clientes Muito fácil. Basta criar uma pasta para compartilhar online. Difícil. Precisaria levar o HD fisicamente para compartilhar um arquivo grande.
Colaboração remota (mais de uma pessoa trabalhando no mesmo banco de imagens) Muito fácil. Pessoas podem colaborar conectadas remotamente. Muito difícil. Requer que o HD seja conectado em rede para acesso remoto.
Risco de quebrar – pifar – perder arquivos Baixo. Foram poucos casos no passado em que serviços de cloud perderam arquivos dos usuários. Alto. HDs fucionam por alguns anos e depois começam a falhar ou param de funcionar de vez abruptamente.
Acesso offline Nenhum. Se a pessoa morar em algum lugar com internet mais difícil ou pretende usar a nuvem durante uma viagem para algum local sem internet confiável, usar nuvem é um problema sério. Fácil, desde que o HD esteja por perto.
Portabilidade Total. Basta ter acesso à Internet e as pessoas podem acessar suas fotos e vídeos de qualquer parte do mundo, e de qualquer dispositivo (seja celular, tablet, computador, laptop…) Média. Dá para levar HDs para alguns lugares, mas o risco de danificar é alto durante o transporte. Além disso, o HD não se conecta a todos os tipos de dispositivos móveis, como celulares e tablets.
Risco de segurança (roubo ou furto) Muito baixo. Basta configurar uma senha de alta complexidade para acessar a nuvem e seguir boas práticas de password. Médio a alto. Um HD, por ser um objeto físico, pode ser roubado ou furtado. E os arquivos nele serão levados junto.
Recuperação de arquivos apagados Fácil. Depende do serviço pago, mas é possível e o processo para tal é relativamente fácil. Muito difícil – improvável. Requer software específico e depende de muitos fatores para dar certo.
Edição de fotos e vídeos Difícil. Requer download para edição e salvar em um HD. Fácil. Possível no próprio HD.

Olhando a tabela acima, sem ter em mente os fatores de preço, as funcionalidades e utilizades do serviço de nuvem ganham em quase todos os aspectos analisados quando comparados com a utilização de HDs externos.


Variação de preços nos HDs externos

Os valores de HDs externos podem variar bastante para um mesmo espaço de armazenamento dependendo da sua robustez e portabilidade. Aqueles HDs mais baratos são aqueles que geralmente precisam ser ligados na tomada (não funcionam apenas recebendo energia via USB, também chamados de HD Desktop) e, portanto, têm portabilidade e resistência a impacto reduzida. Os HDs mais caros são aqueles que são portáteis e tem alta resistência a impacto.

Apenas como comparação com a tabela de preços na próxima sessão, veja abaixo duas opções de HDs robustos e portáteis, de dois tamanhos diferentes e compare com aqueles na próxima tabela. Note que o preço é bem mais caro, mas que o risco de quebra do HD (e consequente perda de arquivos) é mitigado.

Não nos cabe, aqui, analisar quanto valem os dados dentro de um HD, já que no caso de fotos, podem ter valor sentimental, incalculável. Mas é bem fácil saber quanto um HD externo mais robusto custa Vs um mais frágil.

Veja os exemplos abaixo – links patrocinados para entender melhor, com HDs de 2TB e de 4TB:

Outra conclusão a que chegamos, bem interessante por sinal, é que os preços de HDs no Brasil são bem mais caros do que nos EUA. Isto se deve a vários fatores como impostos e custos de importação. Todavia, os custos de armazenamento na nuvem / cloud tendem a ser mais baratos no Brasil do que nos EUA.

Então, se você estava inclinado a usar armazenamento na nuvem, deve conseguir pagar menos por este serviço no Brasil do que pessoas pagam nos EUA.


Análise de custo de armazenamento em HD Externo ou nuvem

As informações simplificadas abaixo levam em conta armazenamento de poucos terabytes (o que atende à grande maioria dos fotógrafos) e também armazenamento infinito oferecido por algumas empresas. Dela já tiramos algumas conclusões óbvias, mas vamos guardá-las para a parte final do artigo, com análise mais aprofundada.


Custo de 2TB

Nuvem 2TB

GoogleOne R$350,00 por ano

iCloud R$418,80 por ano

Dropbox US$203,00 por ano (preço em dólares)

HD Externo 2TB

Link patrocinado


Custo de 5TB

Nuvem 5TB

Dropbox US$450 por ano (Brasil ou EUA)

HD Externo 5TB

Link patrocinado


Custo de 8TB

Nuvem de 8TB

Preços são os mesmos dos serviços com armazenamento ilimitado

Dropbox US$720 por ano

Box US$540 por ano

HD Externo 8TB

Link patrocinado


Custo de armazenamento ilimitado

Nuvem ilimitada

Dropbox US$720 por ano

Box US$540 por ano

HD ilimitado

Custo infinito! Seriam muitos HDs 🙂


Cálculo do custo de armazenar 1TB por um ano em nuvem ou HD externo

Abaixo calculamos o custo de se armazenar 1TB por um ano em HD contra nuvem para dois cenários de espaço armazenado: 2TB e 8TB.

Neste cálculo consideramos que um HD tem uma vida útil de 5 anos (real de acordo com nossas experiências passadas).

Nossas experiências demonstram que, apesar do HD em si, se for bem cuidado, funcionar por mais de 5 anos, ele “vai para a gaveta” e fica guardado, inutilizado, pois o seu espaço passa a ser pequeno para a quantidade de fotos, vídeos e arquivos que ele precisa comportar. Desta forma, acabamos comprando um HD maior e aposentando o nosso menor (sempre tendo um outro HD de back-up).


Caso 1 – Armazenamento de 2TB de dados

1.1 – HD de 2TB

Preço de um HD: em torno de R$500,00

Isto significa R$100,00 por ano sem back-up nenhum (nós achamos isto inaceitável)

Ou R$200 por ano (considerando a compra de 2 HDs) com um HD permanente para back-up

Ou seja, R$100,00 por ano por terabyte armazenado com back-up.


1.2 – Cloud de 2TB

Considerando a mais barata que encontramos (Google):

R$350 para armazenar 2TB por ano com back-up

Ou seja, R$175,00 por ano por terabyte armazenado com back-up.

Resumindo em tabela comparativa de preço por ano por terabyte armazenado

HDs com back-up Nuvem (cloud)
R$100,00 R$175,00

Caso 2 – Armazenamento de 8TB de dados

2.1 – HD de 8TB

Preço de dois HDs de 8TB = R$2400,00

Ou seja, R$480,00 por ano para armazenar 8TB com back-up

Assim, custa R$60,00 por ano por terabyte armazenado com back-up


2.2 – Cloud de 8TB

Neste caso, se for pagar um serviço único de nuvem, aquele disponível com maior facilidade que encontramos está em torno de US$540,00 por ano (mas tem armazenamento ilimitado!) – Isto é em torno de R$3.000 por ano.

Portanto, considerando armazenar apenas o necessario para você (8TB), o custo sairia por R$375,00 por ano por terabyte armazenado.

Resumindo em tabela comparativa de preço por ano por terabyte armazenado:

HDs com back-up Nuvem (cloud)
R$60,00 R$375,00

A conta acima leva em conta certa durabilidade de HDs externos e redundância, contudo, se a sua experiência de durabilidade de HD for diferente da nossa, você vai precisar ajustar o seu cálculo. Isto também vale para a quantidade de dados que você gera por ano. Se você gerar mais arquivos do que nós geramos e, por exemplo, quiser guardar todos os RAWs, talvez você precise trocar de HD com mais frequência ou mesmo gerenciar mais de dois HDs por vez.


Conclusão e considerações finais para escolha

Se você precisa armazenar alguns (não muitos) terabytes, mesmo com redundância (back-up), sai bem mais barato comprar e gerenciar HDs externos. Comprar HDs externos só não vai ser a melhor opção de custo para você caso realmente precise de alguma das funcionalidades extras que a nuvem tem a oferecer, ou precise realmente de muito espaço.

Em termos de espaço, outro fator a se considerar é quantos terabytes precisam para armazenar seu portfólio inteiro de imagens e vídeos. Os custos de HD crescem bastante conforme a sua capacidade aumenta, enquanto serviços de cloud com espaço ilimitado têm preço fixo. Portanto, se você tem muitos terabytes de arquivos para armazenar, a sua melhor opção (comparada com gerenciar vários HDs com back-ups) vai ser de ir de vez para nuvem.

Os serviços de nuvem listados anteriormente têm versões grátis com pouco espaço de armazenamento. Quando esses serviços grátis são utilizados em conjunto com HDs externos de maior espaço de armazenamento, devem conseguir cobrir a grande maioria das necessidades de um fotógrafo e sua equipe, incluindo de colaboração remota.

Algumas pessoas, por questões de comodidade, preferem pagar serviço de nuvens mais baratos (com menos armazenamento) para garantir back-up temporário de fotos e vídeos de seus celulares. Nossa recomendação é de que o back-up permanente final de arquivos gerados no celular sejam feitos da mesma forma que os outros dados (da câmera), por questão de organização e padrão de gerenciamento de informação.

Considerando o custo de armazenamento em HDs externos, não parece valer a pena comprar HDs com armazenamentos pequenos para gerenciamento do portfólio de fotos inteiro, pois o preço por espaço armazenado (R$/GB ou R$/TB) diminui conforme o espaço do HD aumenta. Portanto, nos parece mais sensato comprar 2HDs grandes para ter redundância do que, por exemplo 4 (ou mais), HDs de menor capacidade de armazenamento.

Com o tempo, esperamos que mais serviços de armazenamento na nuvem para muitos terabytes sejam disponibilizados para consumidores comuns, e que os custos de armazenamento na nuvem fiquem mais baratos.

É interessante também considerar que o custo de armazenamento é dolarizado, pois tanto os HDs externos quanto os serviços de nuvem dependem de HDs produzidos no exterior. Portanto, possíveis variações na taxa de câmbio entre Reais e Dólares devem afetar os preços considerados neste artigo da mesma forma.


Observação: Este artigo não é atualizado com frequência, por isso verifique os preços na data em que você está lendo. Como tudo na vida, vale a pena conferir as pesquisas antes de fazer qualquer tipo de investimento. Os preços de HDs externos e de serviços de nuvem podem oscilar bastante com o tempo.

Visitado 15 vez(es), 1 visita(s) hoje