O que é Fotografia de Rua (Street Photography) – Dicas e Técnicas

[sc:script ]

Conteúdo


O que é fotografia de rua

como fotografar carros, fotografia de carros, dicas de fotografia, fotografia, carros, fotos de carros, fotos, Mercedes

Fotografia de rua é aquela que mostra a cultura local, eventos, arquitetura e/ou retrata pessoas em cenas do seu dia-a-dia. Geralmente são imagens intrigantes que contam uma estória e têm o potencial de marcar uma época.

Fotografias de rua carregam consigo um caráter temporário, mostram uma cena passageira, geralmente (mas não necessariamente) corriqueira, que passado um tempo será história e tende a nunca mais se repetir exatamente da mesma forma.

A ideia da fotografia de rua é passar ao observador a sensação do que é estar ali naquele lugar, naquele momento, de tal forma que vendo sua foto ele possa até imaginar o cheiro da rua.

O conceito é amplo e a sua classificação varia de pessoa para pessoa. Muitas vezes, dependendo do contexto em que é utilizada, também pode ser identificada como fotojornalismo, fotografia de viagens e fotografia documental.

Apesar do nome, fotografias de rua não necessariamente precisam ter sido tiradas na rua. Fotos em um centro comercial, loja, teatro, praia etc também podem ser consideradas fotografia de rua.


Técnica X espontaneidade

Na opinião de muitos, fotografia de rua não precisa ter técnica e composição perfeitas. Pelo contrário, as imperfeições de uma foto tirada rapidamente num momento decisivo é que trazem à foto o “charme” da fotografia de rua, além de transmitirem um senso de autenticidade e realidade. Pessoas ou objetos em parte cortados, elementos desfocados, erros de exposição são apenas alguns exemplos dessas imperfeições. Elas reforçam a imediatidade e a espontaneidade de um momento passageiro da vida de quem está retratado.

Por outro lado, há quem defenda que toda e qualquer foto deve ter técnica perfeita.

É claro que deve-se ter bom senso e uma boa dose de autocrítica quando você for avaliar suas fotos, e mesmo que você se enquadre mais no lado dos “perfeitos”, pense que pequenos erros em fotografia de rua são aceitos por muitos, e por isso você tem um pouco mais de flexibilidade neste tema.

O impacto da fotografia de rua está mais no olho alerta do fotógrafo e sua rapidez em congelar aquele determinado momento – e no conteúdo da imagem final – do que na técnica e composição da foto.

Quando você vir algo interessante acontecendo, não hesite! Pegue a câmera e bata a foto. Se você decidir configurar a câmera nesta hora você pode perder a foto. No fim do dia, algumas das suas fotos serão descartadas, mas muitas não, e farão seu dia de fotografia ter valido a pena.


Dicas para fotografia de rua

Quando estiver fazendo fotografia de rua, considere as seguintes dicas para voltar para casa com boas fotos no cartão de memória:

• Fotografe sem olhar pelo visor: para capturar ângulos inusitados e ser discreto, experimente tirar fotos apontando a câmera sem olhar pelo visor nem para a pessoa sendo fotografada. Nas primeiras vezes, o enquadramento provavelmente não será dos melhores, mas com o passar do tempo, você ganha experiência.

• Ser “cara-de-pau”: fotografar pessoas desconhecidas, muitas vezes sabendo que estão sendo fotografadas, pode render ótimas imagens com composições excelentes. Contudo, requer uma boa dose de extroversão e coragem, que o fotógrafo cria com o passar do tempo e experiência.

• Experimente usar lentes grande angulares, ou olho de peixe: estas lentes permitem maior proximidade e diminuem a chance de não enquadrar o sujeito da foto, possibilitando também menores distâncias hiperfocais.

• Usar uma lente telefoto pode ajudar se você for tímido e quiser ficar mais longe da pessoa sendo retratada.

• Configure a câmera (ISO, velocidade do obturador, f/stop) antes de começar a tirar as fotos. Isto reduz o tempo de preparação para a fotografia e aumenta as suas probabilidades de capturar o momento perfeito com uma exposição satisfatória.

• Fazer fotografia de rua estando em um ponto mais alto do que que as outras pessoas passando, além de favorecer com ângulos inusitados, faz com que o fotógrafo fique mais difícil de ser notado.

• Experimente as duas formas de street photography: a discreta, sem que as pessoas fotografadas percebam, e a “cara-de-pau”. Veja a que funciona melhor para você, observando a que produz melhores resultados.

• Estar atento a tudo o que está acontecendo: não apenas por segurança vendo se alguém suspeito se aproxima, mas também para não deixar passar boas oportunidades.

• Andar com a câmera na mão: Se o local for seguro o suficiente, esta é a melhor forma para não perder a chance de um bom retrato.

• De dentro do carro: use uma lente telefoto, aumente o ISO, diminua o tempo de exposição e esteja sempre pronto para fotografar, pois certamente você irá fazê-lo muitas vezes. De dentro do carro, o cenário muda constantemente e rapidamente. Sentar no banco da frente, andar com a janela abaixada e manter o motorista avisado para de vez em quando reduzir a velocidade e trocar de pista são pequenos truques para fazer boas fotografias de rua.

• Rostos são importantes pois mostram emoção. Mas não se prenda apenas a eles. Procure incluir na foto outros elementos que ajudem a contar uma estória.

• O foco principal da fotografia não precisa ser uma pessoa para que a foto seja considerada fotografia de rua.

• Experimente fotografar à noite em dias chuvosos: Nestas condições, as imagens ganham um diferencial e ficam boas por causa das luzes e seus reflexos.

• Cuidado com crianças: em muitos países, fotografar crianças desconhecidas na rua é ok, mas em outros não. Entenda a legislação de onde você está e compreenda que os familiares da criança podem ficar descontentes se fotografias forem tiradas sem permissão.

• Autorização de uso de imagem é necessária apenas se você estiver planejando adicionar determinada fotografia a uma base de dados de fotografia stock para ser utilizada para fins comerciais (propaganda). Caso seu objetivo seja ter as fotos para uso pessoal (recordação) ou ainda editorial (geralmente publicações em livros ou revistas) e se elas tiverem sido tiradas em um local aberto ao público, geralmente nenhuma autorização é necessária.

• Use técnicas como longas exposições, desfoque, efeito zoom e panning para acrescentar interesse à imagem.

• Tire muitas fotos: Ao achar um bom tema, não deixe a oportunidade passar em branco e tire diversas fotos. Voltar para casa e descobrir que a única fotografia de um momento chave ficou borrada ou mal enquadrada pode ser uma grande decepção.

• Experimente adicionar vinheta em algumas de suas fotos. Como essas composições tendem a ser muito conturbadas com muitos elementos distrativos, a adição de vinheta ajuda o observador a manter o foco no seu objeto principal.

• Também no pós-processamento, experimente tirar a saturação de partes da fotografia ou deixar apenas algumas cores aparecerem (selective color).


Lidando com pessoas que você não conhece

Se a pessoa que está sendo fotografada olhar para você, sorria para ela. Assim, ela ficará “desarmada” e isso pode ser o suficiente para ela aceitar que está sendo fotografada.

Mantenha uma certa distância. Chegar muito perto pode incomodar as pessoas e invadir seu espaço.

Tome sempre cuidado para não invadir a privacidade de ninguém, e esteja sempre pronto para conversar e convencer a pessoa do porquê você a está fotografando. Esteja pronto também, em último caso, para excluir uma foto se a pessoa insistir. Afinal qualquer um tem o direito à privacidade, sem que seja necessária nenhuma discussão.


Multidões

Quando estiver em um evento, seja musical, esportivo, ou qualquer outro, experimente virar a câmera para o público ao invés do palco/quadra/campo… Em muitos casos, tirar fotos do público pode sair mais interessante que dos próprios artistas ou jogadores. Enquanto estiver num ambiente cheio de pessoas, busque no grupo pessoas que se destaquem, como torcedores animados, nervosos, felizes ou ansiosos. Multidões podem render ótimas fotos, pois nelas sempre há uma mistura de pessoas e emoções das mais variadas.

Para este caso, é bom ter uma lente com um zoom poderoso, para conseguir selecionar bem o que entra na sua foto. Fotos com muitas pessoas e muitas ações ocorrendo ao mesmo tempo não são tão boas quanto as com poucas pessoas e ações, já que muitas coisas acontecendo ao mesmo tempo distraem o olhar do observador. Lembre-se de se perguntar “o que quero passar para o observador nesta foto?” Em muitos casos, uma foto com muitas ações/pessoas pode ser cropada em várias outras fotos, de forma que cada uma mostre apenas uma ação (ou poucas).

Além disso, usar uma lente telefoto, pela curta profundidade de campo, ajuda a desfocar o que não interessa à sua foto, e comprime a perspectiva de forma que as expressões faciais e as emoções sejam reforçadas.

Se você estiver no meio de uma multidão e por isso as pessoas estiverem mais próximas, o ideal é usar uma lente grande angular, ou olho de peixe, pois estas permitem uma maior proximidade com o objeto a ser fotografado.


Publicado por Câmera Neon em 2014-07-02 23:26:19. Última atualização em . [sc:end2 ]

Visitado 17,706 vez(es), 2 visita(s) hoje