Modos de exposição fotográfica

Conteúdo


Introdução – o que é modo de exposição na fotografia

Os modos de exposição semiautomáticos e manual permitem você a ajustar, de formas diferentes, as três variáveis do triângulo de exposição:

  • a abertura (f/stop) – para manipular a profundidade de campo (zona de foco da fotografia);
  • o tempo de exposição – para determinar se objetos em movimento estarão em foco ou desfocados;
  • a sensibilidade ISO.

Evite usar os modos automático e os de cena, já que estes não permitem que você tenha controle criativo da sua fotografia. Para conseguir este controle, use um dos quatro modos de exposição listados a seguir:

Modos de exposição NIKON CANON
Autoprogramado / Programa P – Program P – Program
Prioridade de Abertura A – Aperture priority Av – Aperture value
Prioridade de Obturador S – Shutter priority Tv – Time value
Manual M – Manual M – Metered Manual

 

Estes quatro modos de exposição permitem ao fotógrafo determinar como a câmera definirá duas das três variáveis do triângulo de exposição (a abertura e o tempo de exposição, sendo o ISO definido pelo fotógrafo), além de permitir a escolha do balanço de branco e do uso ou não do flash, dentre outras configurações.

Atenção: Não confunda modo de exposição com modo de medição de luminosidade (ou método de fotometria). Saiba que ambos não são relacionados. É possível escolher qualquer um dos modos de medição de luminosidade em conjunto com qualquer um dos modos de exposição, de forma independente.

Para controlar as variáveis do triângulo de exposição, use o disco de controle da sua câmera (marcado na foto a seguir). Perceba que dependendo do modo de exposição em que a câmera esteja configurada, o disco de controle irá controlar uma variável diferente.

Observe que, diferentemente de quando está no modo automático, a câmera não alterará a sensibilidade ISO para otimizar a exposição da fotografia. Isto porque a alteração da sensibilidade ISO pode levar à perda de nitidez da imagem devido à amplificação de ruído ou granulação. Por isto, nos modos de exposição semiautomáticos e manual, quem define o ISO é você.

Vamos falar sobre cada um deles a seguir:


1 – Modo Autoprogramado (Programa)

modo de exposição; exposição; fotometria; fotografia; autoprogramado; programa; prioridade de abertura; prioridade de obturador; manual; valor temporal; valor de abertura; Av; A; P; S; M; Tv; Canon; Nikon;

O modo Autoprogramado sugere uma combinação de f/stop com tempo de exposição de acordo com a sensibilidade ISO e outras configurações escolhidas pelo fotógrafo.

Ao girar o disco de controle: a câmera sugere diferentes combinações de f/stop com tempo de exposição.

Modo ideal para: momentos em que você não tem muito tempo para configurar cada variável manualmente, mas também não quer deixar a câmera decidir tudo no modo automático.


2 – Modo de Prioridade de Abertura

modo de exposição; exposição; fotometria; fotografia; autoprogramado; programa; prioridade de abertura; prioridade de obturador; manual; valor temporal; valor de abertura; Av; A; P; S; M; Tv; Canon; Nikon;

No modo de Prioridade de Abertura, para regular a luz que incidirá no sensor durante a exposição, a câmera altera automaticamente a duração da exposição e deixa o f/stop constante (configurado por você).

Ao girar o disco de controle: você muda o f/stop enquanto a câmera automaticamente compensa o tempo de exposição.

Modo ideal para: momentos em que você quer priorizar a abertura, controlando assim a profundidade de campo ou a distância hiperfocal da fotografia, e deixando a câmera decidir o melhor tempo de exposição.


3 – Modo de Prioridade de Obturador

modo de exposição; exposição; fotometria; fotografia; autoprogramado; programa; prioridade de abertura; prioridade de obturador; manual; valor temporal; valor de abertura; Av; A; P; S; M; Tv; Canon; Nikon;

Quando a câmera se encontra configurada no modo de Prioridade de Obturador, para regular a entrada de luz, ela altera a abertura do diafragma (f/stop) enquanto o tempo de exposição (velocidade do obturador) se mantém constante, pois foi configurado por você.

Ao girar o disco de controle: você muda o tempo de exposição enquanto a câmera automaticamente compensa o f/stop.

Modo ideal para: momentos em que você quer priorizar o tempo de exposição, controlando assim a sensação de movimento da fotografia, e deixando a câmera decidir a melhor abertura.


4 – Modo Manual

modo de exposição; exposição; fotometria; fotografia; autoprogramado; programa; prioridade de abertura; prioridade de obturador; manual; valor temporal; valor de abertura; Av; A; P; S; M; Tv; Canon; Nikon;

No modo Manual a câmera não altera nada automaticamente e fica a cargo do fotógrafo ajustar o f/stop (abertura do diafragma) e o tempo de exposição manualmente. Câmeras DSLR auxiliam o fotógrafo nesta tarefa, mostrando uma escala que indica se a fotografia vai sair sub ou superexposta.

Ao girar o disco de controle: você muda o tempo de exposição. Verifique no manual da sua câmera como mudar o f/stop. Cada modelo e marca tem uma maneira diferente.

Modo ideal para: quando você quer ter total controle tanto da profundidade de campo quanto do foco de objetos em movimento da fotografia. Nós do CameraNeon utilizamos o modo Manual em 99% de nossas fotografias!


Observações

O fotógrafo precisa sempre lembrar que o indicador de exposição vai variar de acordo com o modo de medição (metering mode) configurado na câmera.

O indicador de exposição tem o objetivo de chegar a uma luminosidade cujo tom médio é o cinza 18%. Para saber mais, veja: Cinza 18% – Cinza Médio ou Neutro


Publicado por Câmera Neon em 2014-12-03 19:41:39. Última atualização em 03/04/2021. 

Visitado 6,345 vez(es), 1 visita(s) hoje