Regra Sunny 16

Conteúdo


Introdução: Para simplificar – O que é Sunny 16

Vamos começar mostrando um gráfico explicativo. Para entender melhor a lógica por trás da Sunny 16, leia o texto que será apresentado em seguida.


A origem da Sunny 16

A regra Sunny 16 surgiu como um guia de exposição numa época em que os fotógrafos tinham uma câmera de filme na mão, sem a opção de trocar a sensibilidade ISO a cada foto tirada (sim, se você colocar um filme de ISO 100 na sua câmera analógica, você será obrigado a bater 12, 24 ou 36 fotos seguidas com o mesmo ISO).

Além da limitação de não se poder trocar o ISO, havia uma outra: não era possível conferir se a exposição ficou boa após bater a foto. Só depois de se bater todas as fotos do filme fotográfico, ele poderia ser revelado e aí então o fotógrafo poderia ver se acertou a exposição de suas fotos.

Hoje em dia, qualquer pessoa pode sair com sua câmera digital por aí e tirar fotos com ISOs variados. Além disso, um completo leigo pode conseguir tirar fotos razoáveis com uma câmera digital no modo manual, sem ter a menor noção de exposição, usando o método da tentativa e erro – até acertar.

Por causa disso, muitos simplesmente não entendem os conceitos relacionados à exposição e conseguem ainda assim tirar boas fotos – mas como mostrado acima, isto antigamente era muito difícil. A pessoa tinha que ter um mínimo conhecimento de exposição para pegar a câmera e fotografar.

Nesta época em que se existiam essas limitações, foi criada esta regra para se evitarem erros de exposição.


Sunny 16: “Regra” ou “Guia”?

Para começar, vamos esquecer a ideia de que Sunny 16 é uma “regra”. Seria mais adequado chamá-la de Ponto de Partida. A palavra “regra” normalmente é associada a algo que se tem obrigação de seguir, e a Sunny 16 não deve ser seguida à risca. Use-a como um ponto de partida para então modificá-la de acordo com suas necessidades.


Quando usar a Sunny 16?

A regra não serve para tirar fotos dentro de casa ou em lugares internos. Sunny 16 é um guia para fotografia externa. Use-a em locais como praia, parque, rua, cidade etc, durante o dia.


Sunny 16 de uma forma fácil de entender e memorizar

1 – Vamos começar pelo f/stop

O f/stop (abertura do diafragma) deve configurado de acordo com a iluminação do objeto a ser fotografado.

Se você estiver fotografando algo sob forte luz do sol, use um f/stop de f/16. O nome da regra vem daí: Sunny 16 = Ensolarado 16

Quanto menos luz, mais necessário será aumentar a abertura. Veja a tabela a seguir:

Iluminação
(da mais forte para a mais fraca)
Abertura
(da mais fechada para a mais aberta)
Neve (composição muito clara) f/22
Sol a pino – objeto da fotografia iluminado pelo sol f/16
Sol – objeto da fotografia na sombra f/11
Sombra f/8 ou f/5.6
Sol se pondo (menos de 15° com o horizonte) f/4

2 – Agora, o ISO e o tempo de exposição

Agora que o f/stop já foi configurado de acordo com a luz disponível, vamos à sensibilidade ISO e ao tempo de exposição.

A ideia é escolher um valor de ISO e um tempo de exposição de 1/ISO (ou o valor mais próximo que sua câmera permitir).

Exemplo:

Se for usar um ISO baixo, como 100, use um tempo de exposição mais próximo de 1/100.

ISO 100 + 1/100 s (se sua câmera não faz meio stop de tempo de exposição, use o inteiro mais próxima: 1/125 s)

Como assim meio stop?

Como valores padrão de tempo de exposição, temos, em segundos:

15 s, 8 s, 4 s, 2 s, 1 s, ½ s, ¼ s, 1/8 s, 1/15 s, 1/30 s, 1/60 s, 1/125 s, 1/250 s, 1/500 s, 1/1000 s, 1/2000 s, 1/4000 s, 1/8000 s

Cada valor é a metade do tempo da abertura do valor anterior.

Perceba que nessa lista de tempo de abertura, não estão os valores de 1/100 s ou de 1/200 s, por exemplo. Isto porque estes são considerados valores intermediários aos valores padrão. Nem todas as câmeras oferecem a opção de se usar estes “meios” valores. Assim, a regra Sunny 16 deve ser adaptada ao que a sua câmera é capaz de te oferecer.

Para simplificar a regra, é mais fácil memorizarmos valores como

ISO 100 + 1/100 s;

ISO 200 + 1/200 s;

ISO 400 + 1/400 s;

ISO 800 + 1/800 s.

Quando na prática, os valores inteiros de abertura seriam:

ISO 100 + 1/125 s;

ISO 200 + 1/250 s;

ISO 400 + 1/500 s;

ISO 800 + 1/1000 s.

Memorize o que achar mais fácil.


Desvantagens do f/stop muito alto

Lembre-se que números altos de f/stop (aberturas muito pequenas) causam dois problemas:

1- Difração na fotografia, o que reduz a qualidade e a definição da mesma. Evite chegar ao limite de difração sempre que possível.
2- Sujeiras no sensor e lente tendem a aparecer mais na fotografia.

Por isto, evite f/stops muito altos, ou se precisar deles, tenha consciência destes problemas.


Conclusão

Para concluir, lembre-se que a Sunny 16 não é uma regra geral, e sim um guia. Compreenda a lógica por trás dos números aqui ensinados, e naturalmente você irá memorizá-los. Utilize-os como ponto de partida e a partir daí modifique os elementos do seu triângulo de exposição da forma que achar melhor.

Não se esqueça de verificar o posicionamento do sol e a hora que ele vai nascer e se pôr. Para isto, use o aplicativo The Photographer’s Ephemeris. Veja nosso artigo sobre este aplicativo aqui: Iluminação externa natural com Ephemeris

Agora, pegue sua câmera e vá praticar!


Publicado por Câmera Neon em 2014-10-14 13:01:50. Última atualização em . Câmera Neon

Visitado 7,167 vez(es), 1 visita(s) hoje