Dicas de fotografia: Parque Nacional de Yellowstone

[sc:script ]Conteúdodicas-fotografia-Parque-Nacional-de-Yellowstone-00-


Localização – Onde fica

O Parque Nacional de Yellowstone foi o primeiro do mundo a receber a denominação e proteção de um “Parque Nacional”, em 1872. Yellowstone atualmente ocupa uma área de quase 9.000km², ficando em sua maioria no estado de Wyoming. Uma pequena parte está nos estados de Montana e Idaho.

Veja o mapa abaixo com a sua localização.

A elevação média do parque é de 2.500m acima do nível do mar, variando de 1.600m até 3.500m (topo do Eagle Peak).

Yellowstone fica sobre um supervulcão ativo, com uma caldeira (caldera) de 72 x 48 km. A área é ativa há 2 milhões de anos, tendo ocorridas várias erupções desde então – sendo três destas erupções consideradas de maior impacto. A mais recente erupção aconteceu há aproximadamente 174.000 anos atrás, e a próxima acredita-se que será daqui a 1.000 ou até mesmo 10.000 anos.


Quando ir, melhor época/ temperaturas

Cada estação do ano tem o seu próprio encanto, pois as paisagens mudam drasticamente em cada uma.

Durante o inverno, quando há neve, algumas das estradas principais e hotéis permanecem fechados para o público geral e explorar o parque inteiro de carro é impossível. Nesta época, as pessoas se deslocam utilizando carros especiais para a neve.

Esquerda: cc licensed flickr photo shared by Yellowstone National Park

Direita: cc licensed flickr photo shared by Jason Hickey


No verão, os dias são mais longos e as noites mais curtas e, se bem planejados, é possível cobrir diversas atrações em menos dias de viagem (quando comparado com outras estações com dias mais curtos). No fim de junho, os dias mais longos chegam a ter 15 horas e 30 minutos de sol. Só para comparar, no fim de dezembro o dia tem apenas 8 horas e 50 minutos de sol (use o Photographer’s Ephemeris para planejar a sua viagem).

O verão também é a época com menos chuva e maior probabilidade de dias bonitos e ensolarados.

Para entender melhor, veja a seguir como as temperaturas máximas e mínimas variam ao longo do ano (em graus Celsius). Observe que mesmo no verão as temperaturas nunca ficam tão quentes, devido à grande elevação do parque.

A melhor época em termos de acesso às atrações e facilidade para mobilidade é do fim da primavera até o início do outono (aproximadamente de maio a setembro), incluindo o verão inteiro. O mês que recomendamos a visita é agosto (quando é verão).


Guia: 8 dicas de o que fazer e melhores horários

Esta é uma lista curta (e pessoal) das 8 atrações que mais se destacam no parque – na nossa opinião. Não se prenda a esta lista durante a sua viagem: explore o máximo que puder e descubra seus próprios pontos turísticos favoritos.

Obs: A ordem das atrações não significa a nossa ordem de preferência.

Veja o mapa mostrando a localização de cada atração e em seguida mostraremos o melhor horário para fotografar cada uma, assim como a melhor lente a ser usada.


1. Grand Prismatic Spring (vista de cima): em torno de meio-dia – Lentes grande angular e telefoto

Esquerda: Diego Juliano

Direita: cc licensed flickr photo shared by Clint Losee


2. Sapphire Pool (Biscuit Basin): em torno de meio-dia – Lente grande angular e/ou olho de peixe

Panorâmica montada no Photoshop a partir de 10 fotos (distância focal das fotos: 24mm)


3. Morning Glory Pool (Upper Geyser Basin): em torno de meio-dia – Lente grande angular

Panorâmica montada no Photoshop a partir de 2 fotos (distância focal das fotos: 24mm)


4. Old Faithful Geiser: de manhã cedo (para evitar multidões) – Lente grande angular e/ou telefoto


5. Black Pool (West Thumb Geyser Basin, na beira do Yellowstone Lake): meio-dia – Lente grande angular

cc licensed flickr photo shared by Chris Ford


6. Artist Point (para ver o cânion e as Lower Falls): de manhã cedo, de preferência logo antes do nascer do sol (para evitar multidões e ter iluminação direta frontal sem sombras no cânion) – Lente telefoto/super telefoto

flickr photo shared by Ellen Pabst


7. Blacktail Plateau Drive: no fim do dia, perto do pôr do sol OU no início do dia, ao nascer do sol (para melhor iluminação nas montanhas e melhor chance de ver animais selvagens) – Lente grande angular para a paisagem e telefoto para os animais selvagens (se você der sorte de vê-los)

flickr photo shared by Diego Juliano


8. Artist’s Paint Pots Upper Trail: Qualquer hora é boa para ver a piscina branca borbulhante que fica na parte superior da trilha – Lente telefoto para fotografar as bolhas de gases saindo pela superfície


Mais dicas de fotografia no Yellowstone

Acorde cedo por 4 motivos:

  • Evitar multidões que visitam o parque no verão e diminuir o número de “figurantes” nas suas fotos
  • Ter ótima iluminação natural
  • Armar tripés sem se preocupar que outros tropecem ou façam os caminhos de madeira vibrarem e com isso ter a sua foto tremida
  • Ver animais selvagens

 

Para evitar multidões, além de acordar cedo, planejar a visita para ocorrer em dias de semana ajuda. O Parque é cheio durante os dias de semana, mas a lotação é  menor do que no sábado ou domingo.

Nem sempre a iluminação no início do dia é melhor! Para fotografar as piscinas e fontes termais vulcânicas, a melhor hora é perto de meio-dia, quando o tempo está mais quente e, por isso a quantidade visível de vapor é reduzida. Nesta hora também o sol está mais para cima e os seus raios penetram mais fundo e refletem menos na superfície, ressaltando mais as cores das piscinas.


Para as piscinas, cisternas, rios e fotos de natureza em geral, levar um filtro polarizador é de necessidade absoluta. Ir para Yellowstone sem um filtro polarizador é um erro que nenhum fotógrafo deve cometer. O polarizador ajuda a diminuir os reflexos na água e permite que a câmera “veja” mais fundo nas piscinas de águas escaldantes e rios.

Ao fotografar as fontes termais, preste atenção no vento e no movimento do vapor. Para conseguir uma visão mais aberta, sem muita fumaça bloqueando a vista para a fonte, espere até o vento bater ou mudar de direção por alguns instantes e só então fotografe. Tenha paciência. Tire diversas fotos seguidas, para depois poder escolher a que te agradar mais. Veja as duas fotos a seguir e perceba como a da direita é melhor, pois por ter menos vapor, é possível ver melhor a piscina. As duas fotos foram tiradas com uma diferença de segundos.


Para fotografar seus amigos e família, peça para que vistam roupas coloridas para se destacarem nos retratos.

Já como fotógrafo, é melhor que você vista cores que se camuflam com a natureza e não espante animais selvagens.


Aproveite para praticar fotografia abstrata com as cores e formas naturais nas piscinas geotérmicas e nascentes de rios com bactérias multicoloridas.


Multidões de turistas passeiam em ônibus de excursão. Como eles não permanecem muito tempo nas atrações (10 a 15 minutos), seja paciente e espere o local esvaziar se perceber que eles estão atrapalhando a sua composição fotográfica.


Que equipamento fotográfico levar

O equipamento a levar depende do seu estilo como fotógrafo – e do que você pretende fotografar. Nossas dicas são as seguintes:


Lentes fotográficas

  • Para fotografar cachoeiras ao longe e vida selvagem leve uma boa lente telefoto. Se tiver um teleconversor, leve-o também.
  • Leve uma lente grande angular para fotografar paisagens, piscinas e fontes termais bem de perto. Para conseguir captar algumas delas em uma única foto (sem precisar de pós-produção para fazer um panorama) você vai precisar de uma grande angular com abertura maior do que 24mm (full frame) e do que 18mm (sensor cropado).
  • Considere levar também uma lente olho de peixe que, apesar de não ser extremamente necessária, ajuda a tirar fotos diferenciadas e criativas. Com uma lente olho de peixe é garantido de enquadrar piscinas e fontes termais em uma única foto (sem precisar de pós-produção para fazer um panorama).

Morning Glory Pool. Foto tirada com uma lente olho de peixe (16mm). Compare com a foto panorâmica da mesma piscina mostrada anteriormente (aqui).

A flora é abundante. Se você gostar de macrofotografia e detalhes que escapam aos olhos da maioria das pessoas, leve uma lente macro ou acessórios para fotografia macro.


Filtros

Filtro polarizador: ajuda a diminuir reflexos na água e nas folhas, deixando as fotos diurnas com cores mais vivas.

Filtro de densidade neutra: é ótimo para fotografias de longa exposição durante o dia – por exemplo, para fotografar cachoeiras e deixá-las com um aspecto suave.

Filtro de densidade neutra graduado: funciona bem no início ou fim do dia, quando o céu está muito claro e a exposição da câmera prioriza uma das duas seguintes áreas: a) o céu, fazendo com que a parte de baixo da foto fique muito escura – ou b) a parte de baixo da foto, e o céu então fica claro demais, fazendo com que as nuvens e/ou o sol não apareçam. A fotografia a seguir foi tirada com a ajuda de um filtro de densidade neutra graduado e com ele foi possível expor corretamente tanto a parte de baixo quanto o céu, que recebeu a parte escura do filtro.


Outros acessórios e equipamentos fotográficos

  • Tripé
  • Para-sol
  • Baterias extras carregadas
  • Cartão de memória reserva
  • GPS para georreferenciar suas fotos
  • Mochila acolchoada

É importante ressaltar a importância de se ter baterias extras carregadas: como explicado em nosso artigo de fotografia em condições adversas, as baterias descarregam mais rapidamente e duram menos cliques em tempo frio. Em Yellowstone faz bastante frio – mesmo no verão.


Equipamentos não fotográficos que podem ser úteis

  • Binóculo para ajudar a avistar vida selvagem ao longe;
  • Bolsa à prova d’água – caso chova, ela ajuda a proteger seus equipamentos fotográficos;
  • Tênis ou bota de trilha confortável – evite tênis com solado gasto ou liso, pois em algumas trilhas eles podem te fazer escorregar;
  • Para outras dicas visite nosso artigo: Dicas para Fotógrafos em Trilhas e Caminhadas.
  • Um smartphone também pode render boas fotografias panorâmicas instantâneas! Veja a foto a seguir feita com um iPhone 5. Suas panorâmicas não substituem as que você pode fazer no Photoshop/Lightroom com fotos de sua câmera profissional/semi – mas em alguns momentos você pode querer simplesmente uma solução rápida.

Segurança

Em Yellowstone, tanto os animais selvagens quanto os locais geotermais, como gêiseres e fontes termais vulcânicas, podem ser perigosos. Existem regras e se você segui-las você estará seguro – na medida do possível. No site oficial do Parque, é enfatizado que a segurança dos visitantes não é garantida.


Drones

Voar com drones é estritamente proibido em Yellowstone e pode render até 6 meses de cadeia e multas de até USD 5.000,00.

Há vários casos de problemas com drones e os mais recentes foram em agosto de 2014, quando a regra então foi reforçada. Um turista perdeu o controle de seu drone, que veio a cair na Grand Prismatic Spring, e um outro voava com seu drone muito próximo a um bisão, em uma área cheia de turistas. Ambos foram multados. Segundo a administração do parque, o drone incomoda as pessoas e os animais, e se cai dentro de uma piscina pode prejudicar a mesma, podendo modificar suas características, temperaturas e cores.

Mais em “Yellowstone Enforcing Ban On Unmanned Aircraft Operation”, 29/Ago/2014


Animais selvagens

  • Não alimente os animais selvagens;
  • Não se aproxime deles – mesmo que pareçam tranquilos e amigáveis;
  • Por segurança, mantenha uma distância de pelo menos 91 metros de ursos (ursos-pardos e ursos-negros) e lobos;
  • Mantenha uma distância de pelo menos 23 metros dos outros animais grandes, como bisão, uapiti, carneiro-selvagem, cervo, alce e coiote.
  • Para uma lista de todos os animais do Parque, e informações sobre eles, visite: Yellowstone Wildlife (em inglês)
  • Ao fazer trilhas é aconselhável carregar consigo spray de urso (spray de pimenta) – é possível comprar ou alugar lá dentro do Parque.

cc licensed flickr photo shared by Yellowstone National Park


Locais geotermais

  • Mantenha-se sempre nos decks de madeira e nas trilhas demarcadas. Isto ajuda a proteger tanto as formações delicadas quanto a você mesmo. Em alguns pontos o solo é frágil e se o seu pé e perna afundarem, o vapor e água quente vão escaldá-los.
  • As piscinas são ácidas (com pH próximo de 1) e podem ter temperaturas acima dos 100°C, que podem causar queimaduras profundas – até mesmo fatais. Elas também podem ter microrganismos que podem causar infecções fatais;
  • É proibido tomar banho nas piscinas termais. Onde for permitido nadar, nade a seu próprio risco;
  • Explique às crianças os possíveis perigos dos locais geotermais e peça que fiquem por perto o tempo todo;
  • Mantenha cachorros na coleira;
  • Em algums áreas hidrotermais, podem existir gases tóxicos. Se você se sentir mal em algum momento, deixe a área.

Tempo

  • Yellowstone tem temperaturas muitas vezes extremas;
  • Esteja sempre preparado para mudanças bruscas de temperatura e tempestades;
  • Tenha roupas adequadas e vista-se com diversas camadas de roupas, para se adaptar às alterações de temperatura ao longo do dia.

Dirigindo

  • Na maior parte do Parque, a velocidade máxima permitida é de 45mph (73km/h). Esteja atento às placas que regulem a velocidade e não exceda os limites. Animais selvagens podem atravessar na frente do seu carro a qualquer instante!
  • Esteja sempre atento a animais selvagens que possam estar na rua. Dirija com o máximo de atenção possível. Se avistar algum animal, não pare no meio da rua. Pare no acostamento ou siga viagem.

Para o guia completo de segurança no Parque Nacional de Yellowstone, visite: Safety at Yellowstone National Park (em inglês)


Lembre-se: em casos de emergência, ligue 911.


Publicado por Câmera Neon em 2015-09-03 00:18:05. Última atualização em . [sc:end2 ]

Visitado 543 vez(es), 1 visita(s) hoje